segunda-feira, 23 de maio de 2011

Far Away (parte 2)


“Olha, tenho medo, medo de te perder, e que te tornes mais especial e me abandones, desculpa se me afeiçoei a ti, mas eu amo-te com todas as letras, não vou ficar assim, nem quero saber se estás com alguém, cheguei até aqui, não digo que lutarei, porque respeito demasiado tudo e todos, inconscientemente faço isso, mas eu por ti esperarei…” – E a espera toda resultou, aos poucos, com os seus desejos de que aquela relação acabasse, de que tudo aquilo tivesse fim, para Ele ser feliz. Ele foi egoísta, mas tornou o seu egoísmo no melhor porto de abrigo alguma vez existente na sua vida.
“Quando digo que faço tudo por ti, faço-o mesmo, não lanço as palavras ao ar, faço com que as sintas bem no teu íntimo, para que sintas que é real”. Algum tempo passou, e o medo é cada vez menos, e o sentimento cada vez maior, Ele não vai voltar atrás, e não sabe o que Ela quer, só não a vai pressionar, vai ser feliz, á maneira dele, com o pensamento de lhe dizer que ele não é como os outros, nem apenas mais um, mas sim O. (continua…)

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

Mensagens populares